07 Agosto 2018 Escrito por 

Enfam estabelece equivalência do Curso Formação de Formadores para Escolas Estaduais

A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (ENFAM) publicou em junho deste ano, Portaria nº 01, que estabelece equivalência dos cursos do Programa de Formação de Formadores promovidos pelas Escolas Judiciais e de Magistratura, credenciados pela Enfam, no período de 2012 a 2018.

Para o presidente do Copedem, desembargador Marco Villas Boas, “a equivalência é importante porque as Escolas passam a ter seus formadores, magistrados e servidores cadastrados no Banco Nacional de Formadores da Enfam”. 

Lançado em fevereiro de 2018, o Banco Nacional de Formadores reúne informações cadastrais, currículos e atividades docentes realizadas por magistrados e demais profissionais certificados nos cursos de Formação de Formadores que têm interesse em atuar em cursos oficiais de formação e aperfeiçoamento de magistrados em todo o Brasil. 

Em nota publicada no site da Enfam, na data do lançamento, a Instituição afirmou que “Mais que facilitar a seleção de docentes, o Banco Nacional de Formadores servirá também para apoiar o processo de aproveitamento de formadores certificados. Isso porque a Enfam e as Escolas Judiciais e de Magistratura deverão assegurar que um percentual mínimo dos formadores atuantes em cursos oficiais de formação e aperfeiçoamento de magistrados sejam certificados com aproveitamento em cursos de formação de formadores realizados pela Enfam ou por ela credenciados”.

Para visualizar a Portaria nº1 e saber quais foram as escolas clique aqui



Redes Sociais