16 Janeiro 2018 Escrito por 

Nota de Pesar - ESMEC - CE

 

 

 

 

Morreu no último domingo (14/01) Antônio Rulli Junior, desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de São Paulo e presidente do Colégio Permanente de Diretor de Escolas Estaduais da Magistratura (Copedem). Ele estava em Ubatuba (SP) quando sofreu um infarto.

O magistrado esteve na Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec) no dia 21/05/2010, participando do curso “Virtualização e Processo Digital – Os Desafios da Justiça sem Papel”, oportunidade em que ministrou a palestra “Reflexos da Sociedade da Informação nas Atividades do Poder Judiciário”.

Antonio Rulli também conversou com o então Diretor da Esmec, desembargador Raimundo Eymard Amoreira, e o juiz coordenador (e hoje desembargador), Durval Aires Filho, além de visitar as dependências da Escola. O magistrado fez elogios à infraestrutura e atuação da Esmec, que sempre marcou presença nos encontros do Copedem.

O desembargador Rulli foi um grande incentivador de cursos de pós-graduação e da educação a distância nas escolas judiciais.

A Esmec associa-se aos votos de pesar pelo falecimento deste que foi um dos maiores defensores do aperfeiçoamento contínuo da magistratura nacional.

 

 

 

 



Redes Sociais