19 Setembro 2017 Escrito por 

Livro “Memorial de Ministros” é apresentado no TJSP

O desembargador Antonio Rulli Júnior, presidente do Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura (COPEDEM), esteve no Tribunal de Justiça de São Paulo onde apresentou o “Memorial de Ministro” – Catálogo Alfabético dos Ministros de Letras –, com a relação dos juízes de direito e desembargadores, de 1544 a 1822, coedição da Biblioteca Nacional de Portugal e do Copedem, Editora Clássica, Rio de Janeiro. 

O desembargador Paulo Dias de Bellis Mascaretti, presidente do Tribunal, recebeu a obra das mãos do desembargador Rulli, que na oportunidade fez a doação do Memorial para a Biblioteca do TJSP.

A cerimônia aconteceu na Sala “Desembargador Paulo Costa” (Salão do Júri). 

O livro foi encontrado na biblioteca do Mosteiro de Alcobaça, em Portugal. Seu estudo e transcrição duraram cerca de quatro anos, realizado pelo professor Nuno Camarinhas. A obra, coedição da Biblioteca Nacional de Portugal e do Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura (Copedem), apresenta a relação dos juízes e desembargadores que judicaram no Brasil de 1544 a 1822.

O Memorial conta com dois volumes, que totalizam 1.944 páginas, com a relação de 6.600 nomes de juízes e desembargadores, todos graduados na Universidade de Coimbra ou em outras da Europa, e escolhidos em concurso pelo rei de Portugal.

Saiba mais – Para a elaboração dos verbetes, os autores reuniram o máximo possível de dados sobre os magistrados que serviram a coroa portuguesa, por meio da consulta de arquivos e cartórios, da consulta de bibliografia de caráter corográfico, histórico, biográfico ou genealógico, e de uma ampla rede de correspondentes originários das diferentes regiões do Reino.

Apesar de inacabada, a obra constitui um valioso manancial de informação para melhor compreender a magistratura portuguesa, desde seus primórdios, da implementação do Direito comum no Reino até o final do Antigo Regime.

Prestigiaram o lançamento o vice-presidente do TJSP, desembargador Ademir de Carvalho Benedito; o vice-diretor da Escola Paulista da Magistratura, desembargador Francisco Eduardo Loureiro; o desembargador Henrique Nelson Calandra; o representante do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, Adalberto Martins; o desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Fernando Cerqueira Norberto do Santos; e o presidente dos Cartórios de Protestos do Estado de São Paulo, José Carlos Alves.

Fonte: Secretaria de Comunicação - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



Redes Sociais